As 10 maiores transferências da história do futebol gaúcho

Imagens: Reprodução

Com as vendas de Giuliano Sandro, o Internacional agora domina completamente o ranking das maiores negociações da história do futebol gaúcho. São oito das 10 maiores vendas, incluindo as cinco maiores. As transferências de Douglas Costa (Shakthar Donetsk por 15 milhões de reais) e Taison (13.8 milhões de reais), possíveis candidatas a entrarem na lista, ficaram abaixo do último colocado no ranking, Christian. Curiosamente, a mais antiga da lista atual.

A ida de Sandro para Londres se tornou a quinta mais rentável, enquanto a partida de Giuliano para o futebol ucraniano entrou no quarto lugar. Carlos Eduardo (para o Hoffenheim em 2007) e Lúcio (para o Bayer Leverkusen em 2000) deixaram a lista.

Ressalva importante: Carlos Eduardo recentemente rendeu mais 2 milhões de euros para o Grêmio, que tinha 20% do lucro do Hoffenheim-ALE em uma venda futura. Ele foi negociado por estonteantes 20 milhões de euros para o Rubin Kazan-RUS). Mas meu critério é simples: receitas flutuantes e flexíveis (ou seja, que não necessariamente podem ser atingidas), não entram na minha contabilização.

Jogador – Origem – Destino – Ano – Valor da negociação

1º) Alexandre Pato – Internacional -> Milan – 2007 – 49 milhões de reais – 20 milhões de dólares

2°) Nilmar – Internacional -> Villarreal – 2009 – 38,7 milhões de reais (o Inter recebeu 70% deste valor) – 16 milhões de euros

3º) Fábio Rochemback – Internacional -> Barcelona – 2001 – 26,8 milhões de reais – 12 milhões de euros

4º) Giuliano – Internacional -> Dinpro-UCR – 23 milhões de reais – 10 milhões de euros

5º) Sandro – Internacional -> Tottenham Hotspur-ING – 24 milhões de reais (o Inter recebeu 70% deste valor) – 10 milhões de euros

6º) Lucas – Grêmio -> Liverpool – 2007 – 24,5 milhões de reais (Grêmio recebeu 80%) – 9 milhões de euros

7º) Rafael Sobis – Internacional -> Real Betis – 24,3 milhões de reais (Inter já tinha vendido 50%, recebeu somente 25% deste valor) – 9 milhões de euros

8º) Nilmar – Internacional -> Olympique Lyon – 21 milhões de reais  (Inter recebeu 100% do valor) – 5,75 milhões de euros

9º) Anderson – Grêmio -> Porto – 2005 – 20,7 milhões de reais (Grêmio vendeu primeiramente 70% por 5 milhões de euros, depois 30% por 3,2 milhões de euros)

10°) Christian – Internacional -> Paris Saint-Germain – 1999 – 17,8 milhões de reais – 10 milhões de dólares, 70% do Inter

Por: Almanaque Esportivo/Alexandre Perin

Category: MarketingNegócios

Tags:

Comentários