Shakhtar Donetsk – O dinheiro que vem do leste

Desde a temporada 2001/2002 foram 5 Ligas da Ucrânia, 3 Copas, 3 Supercopas e 1 Taça Uefa. É claro que 12 títulos em menos de uma década é um bom número no que diz respeito a conquistas, mas no Shakhtar Donestk elas vão muito além disso. Fundado em 1936, a equipe havia conquistado 8 títulos até 2001, mas no chamado “futebol moderno”, onde grandes empresários e magnatas compram clubes, investem muito dinheiro e empresas fecham parcerias milionárias ele é talvez, o maior campeão.

Em 1996, Rinat Akhmetov, presidente da SCM Holdings assumiu o clube e tornou-se mais que um presidente, tornou-se um mito. Fechando contratos de altissimo valor com empresas como a Nike e contratando jogadores de bom nível, principalmente no mercado brasileiro, o sucesso repentino deste clube de Donetsk nos faz avaliar que cada vez mais o dinheiro irá prevalecer no futebol.

A última conquista de Akhmetov e, claro, do Shakhtar foi seu novo estádio, o “Donbass Arena”, que tem capacidade para pouco mais de 50.000 espectadores. Sendo considerado pela UEFA um estádio de Elite, teve um custo inicial previsto de 175 milhões de Euros, dos quais cerca de 20 milhões  seriam para investir na zona envolvente do estádio, que hoje está equipado com 3 restaurantes, 4 bares exclusivos para torcedores que compram o carnê de lugares anuais, dezenas de restaurantes Fast-Food, um centro de fitness, museu, loja e um fan-café aberto a todo o público. O custo final do Donbass Arena atingiu os 280 milhões de Euros, o que significa um acréscimo significativo ao inicialmente projetado, mas que ao contrário do que se viu em Valencia com o “Nou Mestella”, não foi problema para o milionário clube ucraniano.

O Donbass Arena foi construído pela empresa Turca ENKA e projetado pela ArupSport, empresa que também foi responsável pela arquitetura dos estádios City of Manchester Stadium (Manchester City), Allianz Arena (Bayern Munique), Español Estádio (Español de Barcelona) e do Estádio Nacional de Beijing, na China.

Este ano, o clube está participando da Liga dos Campeões, e tem grandes chances de seguir a segunda fase, o que certamente encherá um cofre que já parece não ter fim e que agora resta saber se após tantos títulos caseiros e a conquista da Taça Uefa, terá limites para alguem que pretende ser um colosso do futebol mundial.

O Donbass Arena - Estádio 5 Estrelas da Uefa
Com vários brasileiros, o Shakhtar conquista a Taça Uefa de 2009

(Photo by Lars Baron/Bongarts/Getty Images)

Category: Negócios

Tags: