Os 30 maiores clichês do futebol

1. Fazer uma substituição no final do jogo para ganhar tempo.

2. O arbitro compensar o time da casa – seja com um pênalti ou expulsão do adversário – depois de dar como legal um lance duvidoso do adversário que gerou gol.

3. O jogador que dá condição ao adversário é sempre o primeiro a pedir impedimento.

4. Time em desvantagem. Jogador marca e corre para pegar a bola dentro do gol e levá-la o mais rápido possível para o meio de campo. Goleiro chega primeiro e o atrapalha, os dois se empurram. Ninguém pensa em pegar umas das 16 bolas em volta do campo.

5. O árbitro fazer aqueles gestos de “Acabou. Chega de falta” depois da terceira botinada do volante.

6. O goleiro demorar para bater um tiro de meta, levar um cartão amarelo e ir até a metade do campo de defesa reclamando para ganhar mais tempo ainda.

7. O técnico mandar os pontas mudarem de lado depois de meia hora sem nenhuma chance de gol.

8. O jogador que fez cinco gols ser substituído nos minutos finais apenas para ser ovacionado pela torcida.

9. O goleiro toma um frango homérico, o time empata e vai inteiro abraçar o autor da cagada. O ato é um verdadeiro atestado que ele realmente falhou.

10. Aquele futuro pai fazer um gol e colocar a bola dentro da camiseta ou comemorar Bebeto Style.

11. Levar a bola até a bandeirinha de escanteio e pedir para apanhar no final do jogo.

12. Reclamar de uma substituição indo direto para o vestiário.

13. Não alcançar um lançamento e agradecer o autor do passe com um jóia ou batendo palmas.

14. Reclamar da posição da barreira até o homem base receber um cartão amarelo.

15. O goleiro sentir uma lesão e parar o jogo durante a pressão do time adversário.

16. Chutar a bola sobre o adversário e reclamar que ele não dá espaço para cobrança da falta.

17. Ser provocado com passadas de perna sobre a bola, fazer falta e colocar o dedo na cara do caboclo exigindo respeito.

18. Chutar em gol mesmo após o apito do árbitro que acusa impedimento. Tomar um cartão amarelo e dizer que, ao contrario do estádio inteiro e do guardador de carros, não ouviu.

19. Tomar uma cuspida na cara e cair como se fosse uma cabeçada.

20. Correr para cobrar um escanteio e pedir o apoio da torcida.

21. Cortar um cruzamento de carrinho e comemorar batendo no peito e gritando como se fosse um ponto de vôlei.

22. Comemorar um título reunindo o time no circulo central e rezando um Pai Nosso.

23. Fazer um gol e procurar o Régis Rosing atrás do gol só pra aparecer no Globo Esporte.

24. Comemorar um gol abraçando o técnico que balança no cargo.

25. O goleiro fazer uma defesa incrível e sair dando bronca em toda a defesa.

26. O técnico esperar sair o primeiro contra sua equipe para chamar o jogador que devia ter começado a partida.

27. O árbitro impedir a cobrança de escanteio para dar uma bronca em quem está se puxando na área. E raramente marcar pênalti.

28. Tocar pagode no ônibus a caminho do estádio.

29. O jogador comemorar um gol tirando a camiseta mesmo sabendo que isso gera expulsão.

30. Fazer três gols e pedir uma música gospel no Fantástico.

Via FFagundes

Foto: Independent.co.uk

Category: Marketing

Tags:

Comentários