A Bola Não Entra Por Acaso by @th_dellascala

Se perguntarmos, hoje, para qualquer pessoa “Você conhece o Barcelona?”, corremos um sério risco de passar por loucos ou ridículos. E era justamente esse tipo de reação que o ex-vice presidente de finanças do clube catalão, Ferran Soriano, temia deixar de acontecer.

Quando a diretoria da qual fazia parte assumiu o Barcelona, em 2003, o risco de falência era grande. Pior do que isso: o clube encontrava dificuldades para se reposicionar no complexo mercado em que o futebol tinha se transformado e seus parcos resultados esportivos – na época, o clube disputava somente a extinta UEFA Cup e não conseguia mais ganhar campeonatos – estavam afastando o entusiasmo do Camp Nou.

A solução para todos os problemas do clube azul-grená foram narradas por Soriano no livro “A Bola Não Entra Por Acaso” – La Pelota No Entra Por Azar, 208 páginas, Larousse. Neste grande escrito sobre gestão e liderança, podemos entender como o Barcelona teve de considerar parâmetros, tanto mundiais quanto regionais, para se reerguer: ao mesmo tempo em que buscava o faturamento do inglês Manchester United, então líder absoluto de negócios e exploração de marca a nível global, procurava transmitir os mesmos valores de procedência que (pasmém) o Atlethic Bilbao, verdadeiro antônimo do futebol moderno.

Através de conceitos caros à qualquer empresa, como, negociação, mercado de atuação e visão (de negócio e de procedimentos), Ferran expõe o passo a passo da recuperação financeira do Barcelona e de como ela só foi possível graças a o reposicionamento esportivo do clube, que passou a oferecer o futebol agressivo e plástico como produto para se tornar líder mundial.

Soriano também revela passagens de bastidores, como a contratação de Ronaldinho, em 2003, e de como o vestiário estava dividido, em 2007, quando o Barcelona deixou o tricampeonato escapar na última rodada, por diferença de gols, para o Real Madrid. Não faltam, ainda, histórias curiosas, com o jogo de 2003, contra o Sevilla, realizado à 0:05.

Leitura obrigatória para os que admiram o futebol de todos os âgulos (mesmo aqueles internos).

Thiago Zanetin é publicitário, paulistano, tem 24 anos e é torcedor fanático do Hellas Verona.

Quer falar com ele?

Twitter.com/th_dellascala

Category: Marketing